Câmara destina recursos à AREU.

02/03/2018

Mesmo em um período de recesso parlamentar, os vereadores do Município de Rondinha estiveram reunidos durante o mês de fevereiro para duas sessões extraordinárias. Na oportunidade eles apreciaram projetos em caráter de urgência, que foram encaminhados pela prefeitura municipal. A primeira aconteceu no dia 9 de fevereiro, quando os políticos analisaram o Projeto de Lei Municipal nº 04/2018, que altera os artigos 3, 19, 24, 29 e anexos I e II da Lei nº 1.718 de 2002 e dá outras providências. Projeto de Lei Legislativo 01/2018, que autoriza o Poder Legislativo Municipal a doar equipamentos próprios para o Poder Executivo Municipal. Projeto de Lei do Legislativo nº. 02/2018 que concede reajuste e efetua revisão anual na remuneração dos servidores da câmara municipal de Rondinha. Projeto de Lei Legislativo nº. 03/2018, que concede reajuste anual e efetua revisão anual nos subsídios do prefeito, vice, secretários municipais e vereadores e dá outras providências. Todos aprovados por unanimidade.

No dia 21 de fevereiro, também em caráter extraordinário, os edis apreciaram o Projeto de Lei Municipal 05/2018, que autoriza o Executivo Municipal a abrir crédito especial, incluir PPA e na LDO, e dar outras providências. Projeto de Lei Municipal 06/2018, que autoriza o Poder Executivo Municipal a celebrar convênio com a secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação e dá outras providências. Projeto de Lei Municipal 07/2018, que autoriza contratações por tempo determinado para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público. Projeto de Lei Municipal 08/2018, que autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder permissão de uso, maquinários da patrulha agrícola de propriedade do município e dá outras providências. Todos foram aprovados por unanimidade.

Uma outra iniciativa da câmara de vereadores diz respeito a um repasse à Associação de Universitários de Rondinha, no valor de 3 mil reais por mês, num período de 8 meses, a contar do mês de março.

Dessa forma, serão 24 mil reais que serão descontados pela prefeitura dos valores a que a câmara teria direito.

Segundo o presidente Renato Zanatta, tal atitude da câmara visa dar o devido apoio a setor de educação do município, na medida em que a associação poderá utilizar da melhor forma os 3 mil reais mensais, especialmente no subsídio do transporte dos estudantes que vão às universidades da região.

Matéria do Jornal Folha da Produção de 02/03/2018.

 


Acesse: https://www.facebook.com/camararondinha/photos/a.1490475471194153.1073741828.1481452525429781/2039823072926054/?type=3&theater

Últimas Publicações